DASH P18 | DAHON


Uma bicicleta tipo minivelo, que já por si é um conceito raro (em Portugal só há a Veli que já sabes onde é feita). É certo que o preço dela em 2015, eram cerca de 1300€, mas mesmo por este valor, não conseguias uma bicicleta com igual performance, conforto e que dobrasse. Agora está a menos de mil, mas limitado ao stock.

Esta série da Dahon já vem de 2008 e actualmente apenas está disponível no mercado Japonês (Dash Altena). Foi substituida aqui pela Dahon Clinch que apesar de ter o mesmo sistema de dobragem, é mais parecida com uma bmx. No entanto pelo seu design e inovação já recebeu alguns prémios.


DASH ALTENA





Mas vamos lá, sobre esta Dash p18

O quadro é em alumínio Dalloy, com sistema de dobragem LockJaw, sendo preciso uma chave sextavada de 6mm para desapertar os dois parafusos


Tubo superior


Tubo inferior e cranckset de 2 pratos 53/39



O tubo encaixa um no outro através de um sistema de varios dentes. Sobre a sua manutenção e durabilidade, é importante lembrar que esta bicicleta é mais vocacionada para quem não precisa de a dobrar todos os dias, apenas de vez em quando (colocar num taxi, apanhar um autocarro, etc) ou para viagens grandes, como por exemplo fazer Troia-Algarve e voltar de autocarro.

O avanço especial Flatpack da Dahon, torna o guiador super flexivel
Nota: tenho este sistema disponível em stock para montar noutras bicicletas



Os pedais são removíveis (tipo MKS), com um sistema robusto de mola. Falta apenas um suporte para os colocar como têm as pequeninas Dahon EEZZ e Jifo.

O habitual sistema magnético forte que faz com que a bicicleta não se abra, quando a dobramos.

Ao dobrar, ela assenta num apoio em alumínio (que pode ser retirado se assim desejares, mas não aconselhável). Há também a alternativa do bagageiro com rodinhas Dahon de rolamentos integrados que permitem transportar a bicicleta como se fosse um trolley. Ele vem incluído. É útil para levar alforges por ser alto e comprido, não deixando que batas com os pés nas malas. Para pouca carga até 6/7kgs, o adaptador frontal serve perfeitamente e não interfere com a direcção.


Se és um estradeiro de licra é também uma boa alternativa. Tal como as Dash japonesas em cima, com um guiador de corrida, manetes Tiagra 2x9 e pneus Schwalbe Durano de 25mm (para transformar, pede-me um orçamento) tens uma maquina excelente para treinos de muitos kms e poderem voltar de autocarro ou comboio rápido.

Travões Tektro / manetes de dois dedos Dahon

Manípulos Microshif e um avanço regulável especial da Dahon. Acrescenta muito volume esteticamente, mas é robusto e fácil de usar.


Schwalbe Shredda 20x 1 3/8 (451mm), excelentes para todos os pisos. Para estrada pura existem os Durano ou One (28 e 25mm). Há poucos modelos para esta medida, mas há cada vez mais interesse das marcas nela, por isso o futuro é promissor.

Cassete 9 velocidades 11-25t que juntamente com o crankset de 53/39 transformam a bicicleta numa máquina de estrada

Feita na fábrica da Dahon na Bulgária. O desviador frontal é um Microshift especial para este quadro.

Espiral e cabos Jagwire

Encaixe para o adaptador de cargas frontais Dahon ou Tern, para levar todas as malas e cestos Klickfix, Basil, etc.

Selim Selle Royal Gel e espigão com bomba incorporada.

Cubos Dahon ultraleves de rolamentos integrados que fazem a roda girar sem atrito algum

Shimano Tiagra gama média/alta, torna a troca de mudanças muito precisa.

A condução desta bicicleta assemelha-se à Veli, apesar do quadro ser de alumínio, como a roda é um pouco maior e pneus com boa espessura, reduz bastante as vibrações passadas ao ciclista. Este guiador de origem é o ideal para deslocações urbanas, apesar de eu sugerir que se corte 2 ou 3cm de cada lado para ser mais fácil as manobras no trânsito, porque esse é uma das maiores vantagens, senão mesmo a maior as minivelo's urbanas.

Conclusão
O sistema LockJaw é robusto e não ganha folgas. Já existe desde 2008 e não há relatos de problemas. Se procuras uma dobrável simples para uso diário e para dobrar todos os dias, esta bicicleta não é para ti.
Mas se procuras uma minivelo como a Veli, mas que dobre, só para aquelas ocasiões especiais ou para viagens de férias, esta é uma boa oportunidade e à data desta peça ainda havia stock, depois só mandando vir do Japão :)
Outro detalhe importante e para coleccionadores, este modelo já entra no campo da raridade e portanto tem um valor de mercado que aumentará com os anos.

Encomenda aqui a tua


Comentários