A nova Tern GSD | 2021


Começamos a semana com uma boa novidade, a GSD ganha uma actualização e não, não foi apenas um upgrade de peças




Na imagem a nova GSD R14 a nu. A geometria é ligeiramente diferente.
Aqui a GSD S10 anterior

Repara na zona do condutor que tem mais de HSD do que da GSD anterior. O suporte traseiro integrado é também diferente e baseia-se muito no actual separável da HSD.
A inclinação da bateria é maior, mas não tão inclinada como na HSD. Até porque foi preciso deixar espaço para a segunda em baixo. 

Esta geometria favorece não só pessoas mais baixas como uma melhor estabilidade nas paragens. Existe menos distância do corpo em relação à roda. O espigão de guiador dobrável Pysis 3D é também maior o que ainda ajuda mais.

Houve mudanças na caixa do motor para permitir o novo Bosch Cargo Line que prioriza o transporte de cargas no seu comportamento. 

O Cargo Line possibilita um torque de até 85Nm e apoio até 400% . Confesso que nunca tive necessidade de um motor com mais força na GSD S10, mas porque cá em casa somos Hobbits. Ainda assim numa subida de 10%, 2 adultos (60+55), uma criança e + alguma carga tenho de usar a mudança mais leve e fica a sensação de que pessoas com mais uns kg teriam dificuldades. Para planos ou menores inclinações o Performance pode ser suficiente. 
Mas nunca é demais...

Suporte para pés integrado. Sabe sempre bem vir de origem, até porque permite não aumentar o peso e consegue suportar mais carga. Se reparares no video há uma altura em que a criança se apoia nele. Os anteriores Lower Deck pesavam mais de 1kg e não permitiam isso. Estes são mais curtos em largura, suficiente se não levarem sacos laterais. Para levar sacos tem de se instalar este novo extra. 

Sidekick Wide decks
https://www.ternbicycles.com/gear/471/sidekick-wide-decks

Repara também no detalhe das protecções. Roda a caixa da corrente, a saia para a roda, o protector do novo descanso Atlas. 
E por falar em descanso Atlas, nestas novas GSD vem com um sistema automático para accionar! Incrível. Aquele detalhe que não sai da cabeça e que pode ser o suficiente para quereres vender a tua GSD e comprares a nova:)) Pode-se fazer o upgrade na antiga (e a um preço especial) mas sem o botão para accionar. 

Há mais alguns detalhes mas vou escrever sobre o essencial. 
Por exemplo: forqueta com suspensão!
A mesma forqueta que vem na HSD, uma Suntour Mobie A32, com um suporte adicional para o bloqueador de roda, que na HSD é na traseira. Não há muita oferta de boas suspensões para roda 20 no mercado, agradece ao lobby das rodas grandes, mas esta "faz o trabalho" e muito bem. Tem regulação e não é muito pesada, óptima para cidade ou mesmo cicloturismo. 
É por outro lado a grande responsável pelo aumento de peso nelas. A versão base agora (S10) pesa 33kg! mais 5 do que a homóloga anterior. E é porque o quadro tem um pouco menos de peso com a nova geometria, senão era mais. 

A nova oferta
A Tern resume assim a nova oferta GSD. 5 modelos diferentes e 7(!) cores para cada modelo. Excepto a R14 que apenas está disponível no cinza. Posso já adiantar que vi bastantes pessoas nas redes sociais com ataques de consumismo por causa da Dragon Fruit (rosa). de gajas a gajos
Como podes ver todas eles têm como standard o Cargo Line e a suspensão. Depois é uma combinação de componentes, como as luzes Ignis de 700 lumens e o espigão com suspensão Cane Creek que apenas estão nas versões LX e R14. Todas as versões têm o novo sistema de sinalização de paragem na luz traseira
 
O que nem todas têm é o Rohloff. Um cubo indestrutível de mudanças internas e feito à mão na Alemanha
 
Ao contrário do Enviolo, o Rohloff é indexado, com 14 velocidades e um alcance sem competição: 520%!! Para além disso é o único capaz de aguentar torques até 120Nm, ideal para carregar à bruta cargo bikes. Outro detalhe é que é também mais eficiente do que o Enviolo. Epá mas o Enviolo agora é mau? Não, é provavelmente o suficiente para 99% das pessoas e sabe bem aquela suavidade sem indexação. As outras 1% pagam aprox 8.5k pela nova R14 para ter o melhor do melhor.

Correia
A R14 e S00 vêm com o sistema de correia Gates Carbon, lembrando que a anterior S00 não tinha. Uma correia que não suja a roupa, não salta, não se desgasta em pouco tempo, não faz barulho, não nada

Vão aparecer muitos novos acessórios, a Tern assumiu mesmo o compromisso de um verdadeiro ecossistema de acessórios úteis, bonitos e funcionais. Uma espécie de app store para a GSD (e outras bikes da marca)
E por falar nisso, vi a entrevista que o Josh (dono da Tern) deu ao Carlton Reid da Forbes, onde ele fala e com muita razão sobre a facilidade que existe quando decidimos ir de automóvel. Simplesmente pegas nas chaves e vais. Não andas à procura do cadeado, nem das luzes, nem do capacete, da bomba, nada. Chaves e pronto. Essa practicidade associada à falta de infraestrutura ciclável segura resulta numa preferência natural pelo automóvel e apenas aqueles que querem remar contra a maré, se aventuram na bicicleta. É isso que a industria da bicicleta e as várias entidades de cada país têm de mudar. O objectivo dele é criar veículos realmente práticos em que seja apenas preciso "pegar na chave" 
Não tenho nenhuma informação sobre preços ou previsões, mas segundo ele em meados de Janeiro/Fevereiro já devem chegar as primeiras à Europa. Os preços das S00 e S10 devem ser superiores em 600/700€ segundo o que li em alguns sítios. Mas tudo muito incerto ainda. 

Até lá continua a haver S10/S00 que tem as suas vantagens nomeadamente o menor peso e um pouco menos de detalhes que possam vir a dar mais manutenção no futuro. Ou até a HSD se for apenas para uma criança ou adulto até 60kg atrás. Elas pesam cerca de 25/26kg
Podes ver aqui - bklisboa.pt/Tern-ebikes


Segue o minivelocentral.com aqui, recebe por email os novos posts e partilha nas redes se achaste interessante.

Comentários