Dahon Speed E9

Parar é morrer e lá porque a Bosch e a Shimano andam na berra com os seus belíssimos e potentes motores centrais, não significa que a evolução se fique por aí. 
A Dahon normalmente tem uma abordagem mais proprietária, ou seja, desenvolve as suas próprias soluções, patenteia e licencia. É o caso do mais recente (mini) motor central que não pesa nada e encaixa como uma luva em bicicletas dobráveis que se querem minimamente leves

Este motor é muito idêntico aos fabricados pela Bafang e a julgar pelo lcd (em baixo)é 99% certo que tenha sido fabricado lá. 
O torque é de 60Nm que o posiciona junto aos Bosch Performance (65) 
O computador de bordo é um Bafang C300s. 

Há ainda a questão da bateria que foi resolvida com um espigão de selim... inteligente, como é que não me lembrei disto antes? 
A ligação do "espigão bateria" é feita por um cabo flexível. A bateria é de 36v com 15Ah de células Samsung. Espera uma grande autonomia (mais de 100km)

Existe um discreto botão no topo, para ligar/desligar a bateria

O necessário sensor que detecta o movimento da roda 


Dahon Speed E9
A Speed E9 é a primeira Dahon comercialmente disponível com este motor central. 
Com um preço estimado de 2.000€ e um peso de 16.7kg, a Speed vem num quadro Dalloy (alumínio Dahon) e 9 velocidades Sram X5 (nas fotos em baixo aparece um Shimano Sora porque depende das regiões) 
A cassete tem boa amplitude (11-32) e o prato pedaleiro é enorme, com 56 dentes, com protecção. Portanto grande performance, mas também óptimo para subidas íngremes juntamente com o motor. 

Travões precisos da Tektro mas que sabe a pouco numa ebike. Claro que com discos iria pesar mais e chegaria facilmente aos 18kg que já não é tão simpático tendo em conta o objectivo. 
Acredito que depois surjam mais modelos com outras opções como discos, no meu caso pessoal, até 20kg é aceitável, não costumo andar com dobráveis ao colo. A Tern Vektron por ex tem 22kg
 
Rodas com aros duplos e pneus Dahon Rotolo que são da Kenda. Talvez entenda menos isto, há pneus preparados para ebikes porquê estes de gama de entrada? Uns Schwalbe Marathon são baratíssimos, pesam aproximadamente o mesmo, são ebike ready e antifuro. Claro que podem sempre ser substituídos, mas assim nunca é uma solução chave na mão. 
Os pedais são da Weelgo. 
 
Punhos e selim ergonómicos. Manetes de travão Avid. 
A dobradiça é a Visegrip. Nota positiva para os cabos/espirais da Jagwire que são de grande qualidade, duráveis. 

Apesar de já existirem muitas opções eléctricas no mercado com menos peso, esta é a primeira mais leve com motor central que faz toda a diferença (durabilidade, autonomia, qualidade da corrida) 
Estará disponível em meados de Abril em duas cores, o vermelho das fotos e em preto

Tens também a opção de equipar qualquer Dahon (ou outra bicicleta) com o motor central Pendix

Conhece a colecção Dahon aqui: bklisboa.pt/Dahon

Segue o minivelocentral.com aqui, recebe por email os novos posts e partilha nas redes se achaste interessante.




Comentários