Dahon Curl i4


Depois de ter testado esta Curl i7 a sério e de sentir, conhecer todos os pequenos detalhes que contam, resolvi fazer stock de umas quantas i7 e i4, nas três cores disponíveis. Cinza claro, antracite e azul céu.
Uma coisa que eu reparo na abordagem de pessoas que têm interesse em comprar uma nova dobrável é a relutância em equacionar uma de roda 16" como esta Curl (embora seja mais 18") porque há um preconceito que quanto maior for a roda melhor. Isto vem muito da experiência pobre com dobráveis fracas e do "diz que disse" que vai ouvindo, a grande maioria nunca experimentou uma Dahon 16, ou uma Brompton. São maquinas extremamente divertidas. Não são bicicletas para km a fio, mas supostamente nenhuma bicicleta de roda pequena o devia ser. O facto é que existe muita gente a fazer cicloturismo com elas como podes confirmar no instagram do blog @foldingtouring ou nestas postagens 
Lago Baikal na Rússia, pelo Mikhail

Mas não é de cicloturismo que quero falar, apenas peguei neste exemplo "extremo" para perceberes que há realmente um grande preconceito nas bicicletas com roda menor de 20" e que é uma pena porque há uma grande potencialidade nelas, especialmente em cidade.

- são habitualmente mais leves
- ocupam menos espaço
- têm mais aceleração, ainda melhor manobrabilidade do que 20" (que já é óptima) 
- são ainda mais social friendly, pelo "tamanho perfeito" quando dobrado ou mesmo sem estarem dobradas. O facto é que sou "invisível" quando dou umas pedaladas pelo passeio com uma ou quando entro em algum serviço (mercado por ex) 
- permitem uma ainda maior distância entre o guiador/roda e selim/roda para levar cargas
as nossas 16 de estimação, Dahon Curve e Piccolo

- são também muito elegantes visualmente, há um factor extra cute que dificilmente se encontra numa de roda maior e eu não sei explicar porquê
Uma Moulton F, as primeiras que vinham com roda 16" (349 etrto, ou seja 349mm de diâmetro interno). A roda preferida de Alex Moulton, o "pai" das mini bicicletas era a 17" (369 etrto) com mais 2cm de diâmetro 
Ainda hoje há uma colecção de alta gama Moulton com essa medida 

Mas voltando à Curl, esta é a primeira bicicleta Dahon, baseada no formato de dobragem em 3, onde a roda traseira gira por baixo da bicicleta e é completada com uma dobradiça que fica junto à forqueta. 
Esta forma de dobragem foi desenhada pela italiana DiBlasi nos anos 70
Mas foi a Brompton que popularizou este formato e algum mérito também para a Birdy 18" (etrto 355) da alemã Riese&Muller, ironicamente mais conhecida no Oriente do que na Europa. 
Tens outros exemplos que já passaram aqui pelo blog, nomeadamente a Vello de roda 20" que também importo 
ou a Tyrell Ive de roda 18" (etrto 355)

A Curl tem um formato que lembra um golfinho fofo, mas mais do que a apelidarmos com termos carinhosos é perceber que o quadro tem este formato para oferecer uma maior performance e resistência na corrida. Este é o primeiro quadro Dahon que suporta 130kg à garantia. É em alumínio hidroformado, com dupla parede, tubagem "oversized", triangulação traseira e um reforço no meio do quadro com dois tubos rectangulares. 
 
Aqui a versão Curl i4 em cinza. 

Outra inovação Dahon é o espigão de guiador "Eiffel" constituído por uma parede reforçada, rectangular e com uma caixa de direcção invertida, que é apertada em baixo na forqueta. Tudo isto reflecte-se na condução, este espigão lembra o Physis da Tern, não emite qualquer vibração/oscilação. É uma peça pesada que nada contribui para um menor peso, mas que eu prefiro. 

A versão i4 traz um cubo de 4 velocidades da Sturmey Archer que apesar de ter só 4 torna-a mais rápida do que a versão i7. Isto porque o que importa é o rácio e a i4 tem mais força na mais pesada.
 

Em relação ao resto é igual ao que se encontra na Curl i7. O mesmo selim confortável, guiador, rodas, pneus antifuro Schwalbe Marathon
 
 

Sobre o guiador quero dizer duas coisas. A primeira em relação às manetes que são de 3 dedos e percebi que são essenciais para que o travão ferradura Tektro funcione bem. Há algumas queixas nos videos review porque as versões anteriores vinham com umas manetes de dois dedos, mais elegantes mas pouco eficazes com este tipo de travão. 
A segunda é sobre o guiador em si, o tamanho são 51cm, demasiado curto para a maioria e as manetes ficam desproporcionais. Na Dahon devem ter ficado obcecados em conseguir o mínimo tamanho quando dobrado. Se aumentares um pouco o guiador o punho esquerdo vai passar a respetiva diferença do quadrado perfeito da bicicleta. É não querer sacrificar 2 ou 3cm, mas sacrificando qualidade de condução. Por isso estou a oferecer um guiador original Dahon de 59cm a quem quiser trocar.
Esta é a que tenho usado já com esse guiador. (uuuu que diferença, já não cabe no bolso...)
O tamanho dobrada (com o guiador de origem) é de 54 x 27 x 58 cm e 12.5kg (i4) ou 12.9kg(i7)


A Curl dá-se bem com empedrado, não senti diferença alguma para o aço, tal é a quantidade de alumínio que enfiaram no quadro. Uma coisa boa do espigão é que é telescópico e por isso o espigão superior pode ser trocado por um com suspensão (27.2 com casquilho para 28.6). Tens muita oferta no mercado incluindo os famosos Cane Creek
Há uma panóplia de opções de carga para ela, na imagem em cima vês uma bolsa de selim grande da Norco, com compartimento para bidão. No novo site Dahon tens agora uma secção exclusiva para a Curl com todas as versões e equipamento - www.dahon.pt/dahon-curl

Também já tenho peças de reposição (tensor, dobradiças, pequenas partes) que é importante para garantir suporte. 
E foi isto. Se quiseres testar envia-me uma mensagem para se combinar :)

No norte são os colegas da Velo Culture


Comentários

  1. Bom review, só falta dizeres quanto pesa. 13/14 kg?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigado. tens razão! 12.5kg a i4 e 12.9kg a i7.
      já acrescentei (está tb no site dahon.pt/dahon-curl)

      Eliminar

Enviar um comentário