Ecopista do Dão - parte 1

Prometido é devido e a antiga linha do Dão foi a nossa próxima paragem. 

Aqui, tal como na do Vouga, circulavam comboios em via estreita (1000mm de bitola comparado com os 1668mm da restante ferrovia portuguesa) E faziam a ligação Santa Comba Dão - Viseu. Estas linhas são de menor investimento e típicas de regiões montanhosas em que os comboios serpenteiam por vales, com curvas apertadas, junto aos rios, pelo meio de quintas e estradas rodoviárias
ultimo comboio a vapor a passar na linha do Dão em Março de 1987. guardafreio.blogspot.com

Quase todas as linhas de via estreita foram encerradas (sobrando parte do Vouga) e recentemente convertidas em ecopistas. No caso do Dão, falamos de uma extensão de 49.5km divididos em 3 zonas (Viseu piso vermelho, Tondela verde e Santa Comba Dão azul)
A ecopista do Dão começa em Viseu, na zona da antiga estação que agora é uma rotunda. (km 0)
A rotunda ainda com o depósito de água. créditos ecopista-portugal.com

Começa logo a furar pelo verde imenso que te enche os pulmões de ar puro 

Pelo caminho vais encontrando estes apeadeiros restaurados que são uteis para descansar à sombra. Estes separadores são um pouco chatos e muito comuns no início da ecopista. Encontram-se em cruzamentos com as estradas e invertem os papéis. Era como se fosse o comboio a ter de parar e não o automóvel.
ao fim de 6 ou 7 km fizemos uma paragem rápida para comer qq coisa. Mal nos sentamos apareceu uma senhora que tinha acabado de colher maçãs. Bastou um bom dia para que ela nos deixasse um monte delas. 💓 incrível
Pouco tempo depois nova paragem na estação de Figueiró


Nesta estação funciona um bar/café, com esplanada


Algumas lembranças do passado como o relógio e este poster da locomotiva em Viseu. Repara no depósito da água, ali é agora a rotunda, o km 0 desta ecopista.
Pelo caminho vais encontrando informação sobre a zona. Eles estimaram um tempo de 4h de bicicleta ou 17h a pé para fazer os 49.5km Viseu - S.Comba Dão. 
mais uma pedalada por túneis e pontes 


Mosteirinho, nova paragem para fotos e água 
Encontrámos muitos turistas pelo caminho. Estes da foto levavam um cão gigante num atrelado
Aqui outro ponto de grande interesse. A ponte ferroviária de Mosteirinho 
créditos whotrips.com
Conta-se que terá sido desenhada por Eiffel, que viveu em Portugal por esta altura



Já se começa a ver a Serra do Caramulo

Na Torredeita tens um bónus: uma locomotiva + carruagens em cima de carris. 

a surpresa foi estar toda vandalizada. E não falo apenas dos grafites, mas destruição completa interior













Aqui já estávamos no viaduto sobre a autoestrada e a ficar tarde, por isso voltamos. 

Na volta apanhamos um autocarro que passam regularmente e levam sem problemas as nossas dobráveis + cadeira.


Com isto fizemos 12 ou 13km do inicio da ecopista do Dão (para além dos km no centro da cidade de Viseu) 
A ecopista segue vermelha até Tondela onde fica verde e depois até S. Comba Dão em azul. Escreverei sobre esta ultima num outro post. 

Não deixes de consultar o site oficial - ecopistadodao.pt onde tens toda a informação sobre tours recomendados, onde comer, dormir, etc. 

Se quiseres conhecer recomendo que venhas de Expresso até Viseu ou comboio até Santa Comba Dão, pernoitar a meio do caminho ou no final. 

loja do blog - bklisboa.pt


Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Muito interessante este artigo, já estou entusiasmado a pôr-me ao caminho e fazer esta ecopista toda, com a sugestão de ir comboio até Santa Comba Dão e pernoitar no final. Grato pela partilha. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigado Júlio, sim aproveita-se melhor indo de comboio, na linha da Beira Baixa. Se depois voltar por Viseu os Expressos trazem a bicicleta. Por favor note que de vez em quando vejo relatos de pessoas que mesmo com uma dobrável os motoristas (ou revisores) no caso do comboio levantam problemas (ou por outras palavras são pouco ou nada profissionais). O último aconteceu com o meu pai no Regional na zona do Entroncamento. Os sites das empresas são muito vagos sobre isso. Por isso não custa nada andar com o saco pelo sim pelo não.

      Eliminar
    2. Obrigado pelos esclarecimentos e dicas adicionais. Depois tenho de ver a do Vouga. ;)

      Eliminar

Enviar um comentário